domingo, novembro 20, 2011

Repeat(ing)

Regressar ao inicio nem sempre é por opção própria, nem sempre é significativamente mau e nem sempre implica matar a existência da saudade... No passado já rebobinei e voltei a por a cassete a andar para a frente... Já tive fita enrolada, fita colada e falta de fita... Eu gosto particularmente de regressar às memórias e ao trabalho do passado... Há quem volte a pintar, há quem simplesmente pinte por cima e há que reinvente a pintura... Mas acima de tudo há um bom momento para tudo... Algumas vezes trabalha-se com afinco e determinação, noutras vezes nada nos parece sair bem e de vez em quando pára-se para pensar e descansar... Tudo isto em ciclos sucessivos de pára e de arranca... Depois de três anos bem agitados eu estou agora numa travagem a fundo... Acontece-me isto na pintura, na ilustração e nas outras actividades... Agora estarei mesmo a parar ou somente prestes a arrancar (de prego a fundo)???

Nenhum comentário: