domingo, julho 19, 2009

Avé Amici! ou Pedra(do) no Museu

A pretexto de tudo e de nada eís algumas frases que pontuaram uma saída vespertina para o museu lá no campo...

«Tá-se a ver que fazias dinheiro com esta Caipirinha... Eu acho que fiquei tonto... Eu acho é que vou ter que ser eu a levar o carro...» «Posso levar as cascas para deitar fora? Não, não que é para eu levar para casa... Se quiseres ainda se arranja umas cabeças de peixe da GELPEIXE...» «O que me chocou foi a bailarina Panthera, dita a Fecunda... A mim o que me chocou foi chamar dança persa ao yoga... Pois a mim o que assustou foi a possibilidade de entrar em trabalho de parto...» «Vamos lá à ambrósia e ao hidromel? O quê? É a pagar, butes!» «Eu não queria voltar a pensar em usar aquela palavra que chamaste no ano passado ao teu marido... Quantas manobras é que já foram corrigidas em meia hora?» «O teu carro está lá pá! Na Lápá, sei lá?» «Cheira bem, não cheira? Parece-me que deitaram aqui um frasco de perfume..» «E o teu é picante? Não, porque ele a mim dá-me só do tradicional..»

E foram só uma meia dúzia de horitas... Uffa!!! Não perdemos ainda o jeito, eheheheh...

Nenhum comentário: