sábado, outubro 28, 2006

EU & Paulo Brighenti - 6/8

Desta vez o TPC que eu tinha que apresentar hoje assustou-me mesmo... Mas eu decidi levá-lo até ao fim...

Na passada segunda-feira fui à hora do almoço ao AKI cortar madeira MDF de 3 mm de espessura com 61x122 cm... Comprei 2 peças e fiquei com 6 madeiras (aprox. 61x40 cm) para pintar... Comparando com o preço das telas, gastei 1 ninharia...





À noite pus-me a dar demãos de gesso acrílico nas madeiras... ficámos todos sujos: eu e a minha cozinha... Teoricamente aquilo devia levar umas 8 demãos e devia ser lixado mas... vocês já me conhecem... é tudo a despachar e achei que para primeira experiência 1 demão, dada com algum cuidado, seria suficiente...







Uma vez ultrapassada a 1ª fase do TPC decidi na passada terça-feira à noite avançar com a (trabalhosa) 2ª fase. Que era? Pintar em papel A4 (revestido a gesso acrílico) com tintas acrílicas (para estarem secos no sábado) para aí uns 8 estudos de cor da fotografia da falésia de Lagos... Nessa noite só consegui pintar 4...




Passei a noite de quarta-feira ainda a pintar mais 4... achei que era 1 desperdício deitar aquelas cores fora e pintei ainda mais 2... Fiquei com 10 estudos de cor...

















Deste modo, hoje de manhã lá estava eu, orgulhosamente, com os meus 10 estudos de cor e as minhas madeiras preparadas com gesso acrílico...






O Paulo BRIGHENTI não gostou muito dos meus primeiros trabalhos... Muita informação, isto é, muito traço e muita cor...







Mas aqueles de ele gostou foram mesmo os últimos (os tais monocromáticos, os tais feitos às 3 pancadas... muitas vezes pintados com 1 guardanapo de papel... e sem pensar muito...). Aqui eu diria que ele ficou intrigado com os efeitos que eu consegui dar à cor... Um segredo: eu também fiquei intrigado com os efeitos que eu consegui dar à cor, eheheheh!



Terei perdido o «medo» do acrílico? Terá desaparecido aquela minha «malapata»?







Os 2 eleitos para inspiração do quadro a óleo foram os que estão aqui ao lado.







Comecei com o, já habitual, esboço a carvão... mas desta vez em cima da madeira revestida a gesso acrílico...







Fiz um lavis (a nossa aguada de terebentina) inspirada nos 2 acrílicos escolhidos... Fiz questão de usar pincéis muito duros para o Paulo BRIGHENTI não estar sempre a reclamar comigo que os meus pincéis são muito macios...






Para quem não pinta muito com pincéis de pêlo de porco (acho que os de pêlo de boi ainda são mais duros) e que nunca tinha pintado madeira revestida a gesso acrílico (que toque suave, minha gente!) até que nem me portei muito mal... E acabei a aula assim com este óleo alla prima...


Fiz 1 último esforço e lá o convenci que esta semana não era preciso fazer TPC... Bom, quase que o convenci... Para o próximo sábado vocês verão...

Nenhum comentário: